Lembras-te

 

Lembras-te

De quando eu fui solo e tu semente,

Quando te afagava as mãos

Te dava colo em momentos de ti e de mim ?

Lembras-te

Como partilhávamos nossos segredos ?

De como rasguei em pedacinhos todos meus medos

Que me assaltavam quando eu lembrava

que um dia esses momentos teriam fim ?

Eu lembro...

E sei que tu sentes

Também me lembro os movimentos

Que me acariciavam a alma

Dizendo que não me farias falta

Pois aqui dentro nunca sairias de mim.

Respondia-me em pensamento

Dizendo que até mesmo as flores

Não permanecem eternamente no mesmo jardim

Mas abraçavas-te ao meu coração

E dizia-me que não, que não era assim

Hoje eu entendo... e sei que tu lembras

Que os dias que viveste aqui dentro de mim

Serão eternos e permanecem também em ti

Porque em nossos olhos mora a vida

E no fundo de nossas íris o embrião

Do saber sorrir...

E finalmente eu aprendi o que é "crescer"

E o medo que eu tinha que fosse "partir"

[ ver mensagens anteriores ]

O que é isto?