Destino

 

Destino...

Quero e vou partir

Vou lentamente, sem pressa...

Para chegar assim como a primavera

Num setembro distraído

Em uma cidade que não a espera

É lá que quero morar

Não deixarei vestígios

Nem pegadas

Fecharei todas as portas

Não pretendo mais tropeçar

Nas interrogações de um caminho

Cheio de reticências

E o mar por ventura apagará

As pegadas que eu ao acaso deixar.

Para ti, deixo meu sorriso fácil.

A luz da minha alma.

Não quero levar o passado para recordar,

Nem o futuro para pensar

Simplesmente o presente para viver

Irei em busca de mim mesma,

Que perdi á tempos atrás,

Nos labirintos deste mundo

Hipócrita e sem enganos

Seguirei um vôo livre e silêncioso

Como voam as palavras

De minha mente, para a tela

Pensamentos silenciosos

Quer agora são vozes

Que gritam meu cansaço...

Perdida a muito tempo

Não procuro mais o caminho da volta,

Estática percebo que tudo tem fim

Somente para renascer em outras estações.

Não...Não, iniciei hoje esta viajem.

Eu parti à algum tempo.

Apenas não havia percebido...

Não tinha certeza, somente sentido

E muito, muito incompreendida

Levarei na bagagem somente sonhos..

Palavras, poesias e silêncios,

Vou...mudar meu destino,

Desejando- o simplesmente.

Beijos Mils e ums final de semana perfeito, a todos que por aqui vierem !!!

Depois de um maravilhoso final de semana, cá estou eu a tirar as teias de aranha, e sacudir as poeiras....rsrs faz um tempinho que não posto nada aqui, mas devagar vamos atualizando, vou deixar um textinho do Almir que é perfeito, não devemos fechar nosso olhos para as oportunidades que a vida nos proporciona, elas simplesmente podem não vir a acontecer novamente, por isso devemos viver nossa vida intensamente, um dia de cada vez.

Beijos Mils a todos que aqui vierem...

 

[ ver mensagens anteriores ]

O que é isto?